sexta-feira, 12 de junho de 2015

Iogurte de Coco e Frutas Vermelhas - Sem lactose

Essa receita é do curso "Substituindo os lácteos: como fazer?" da nutrichef Camila Freire, proprietária do Fusão Orgânica em Natal/RN.

Apesar de o título, inicialmente, não me chamar atenção, pois já não tenho os lácteos como centro da minha alimentação, não tendo preocupação de como substituí-los, fui conferir o curso. Afinal, o convite veio da minha cunhadinha, a nutricionista Pollyanna Ayub, e adoro momentos culinários, ainda mais sem lácteos! Grata surpresa, pois a noite foi saborosa e divertida! 

A Camila, que também tem alguma vivência na macrobiótica, gentilmente, me autorizou a postar uma das receitas. No caso, a minha preferida da noite.

O nome "iogurte" é uma referência ao original lácteo pela textura e por usar probióticos na receita, microrganismos que auxiliam no recomposição da flora intestinal, regulando o funcionamento do intestino e estimulando o sistema imunológico. 

Na minha preparação caseira, usei apenas 1 envelope, pois acho que meu corpo se adaptou melhor. Todavia, isso é uma questão individual, sendo importante que cada pessoa conheça seu corpo e suas reações.


Iogurte de Amora




INGREDIENTES:
- 250g  de coco seco (aproximadamente a polpa de 1 coco seco grande)
- Essência de baunilha em gotas ou fava
- 600ml de água
- 1 e 1/2 colher de sopa de agar agar (alga para gelatina)
- 3 envelopes de Probióticos
- Frutas vermelhas

MODO DE FAZER:

Descascar o coco usando as dicas da receita do Leite de Coco Caseiro. Picar o coco e colocar no copo do liquidificador.

Aquecer 500 ml de água até que fique morna (não muito quente) e acrescentar ao coco, batendo por uns 3 minutos.


Usar um voal (ou qualquer outro pano fino e limpo) para coar o coco e extrair seu leite.



Diluir o agar agar (gelatina de alga) em 100 ml de água e levar ao fogo em uma panela pequena até levantar fervura, mexendo bem. Desligar e misturar ao leite de coco. Como a alga vira uma pasta, fica mais fácil bater no liquidificador para misturar.

Acrescentar os envelopes de probiótico e algumas gotas de essência de baunilha ou o conteúdo de uma fava.

Levar à geladeira por, no mínimo, 2 horas.

Depois disso, o iogurte já pode ser consumido puro, com granola ou com frutas.



Caso se deseje saborizar, bater no liquidificador com frutas de sua preferência. Para adoçar, usar mel, açúcar de coco ou açúcar mascavo, caso ache necessário. No caso desta receita, utilizei o mel para adoçar. Fiz uma versão com framboesa e outra com amora, mas pode-se misturá-las também. Utilizei aproximadamente 200g de fruta para uma receita.

Iogurte de Framboesa

Esse iogurte é uma ótima opção para completar o café da manhã.

Bom apetite!



DICAS:

a) Pode-se coar o coco em uma peneira fina, mas é importante espremer bem para o leite ficar mais grosso.

b) Ao utilizar essência de baunilha, prefira comprar aquelas que utilizam baunilha de verdade. São mais caras, mas muito mais gostosas, sem aquele sabor artificial.

c) As frutas vermelhas perdem rápido. Por isso, eu prefiro comprar e congelar em porções. Tiro do congelador na hora de usar. Elas também são vendidas já congeladas. Os morangos orgânicos também são excelentes opções.


3 comentários:

  1. Maira, onde se compra probióticos
    obrigada, carla

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carla, em Brasília, gosto da Shizen (http://shizen.com.br/), pois tem várias opções.

      Excluir