segunda-feira, 21 de julho de 2014

Nirá Refogada

Ela aparenta ser uma cebolinha, mas, na verdade, a nirá nasce de um bulbo que se assemelha ao alho, sendo conhecido como alho japonês. Muito consumida pelos orientais, principalmente pelos japoneses, e conhecida pela sua propriedade de antibiótico natural, são diversas as suas formas de preparo: crua como patê, refogada, na forma de sumo para desintoxicar ou como cataplasmas para cicatrizar cortes pequenos ou profundos.

Em casa, graças à minha mãe, Vera Viana, como desde criança e nunca falta na minha geladeira. De boa durabilidade, é só lavar, secar e colocar em uma vasilha fechada, durando até duas semanas. 

Quando ficam mais velhas, para melhor aproveitamento, pica-se bem fininho e mistura-se com missô e tahine. Dessa forma, ela ficará na geladeira por um bom tempo, sendo ótima para consumir com arroz integral, com tofu cozido ou no chapati de arroz. 

Continuando a série de verduras rápidas e fáceis de se preparar, como o moyashi e a taioba, hoje é a vez da nirá refogada. 





segunda-feira, 14 de julho de 2014

Moyashi Refogado

Desde o início, a proposta do Tampopo Gourmet é apresentar receitas com o passo-a-passo de minhas aventuras culinárias, possibilitando que qualquer pessoa, com um pouquinho de vontade e persistência, possa resproduzí-las em casa.

Pela simplicidade, os Tomatinhos Temperados, minha primeira receita postada, é uma das mais reproduzidas.

Nessa mesma linha, para incentivar que os amigos entrem na cozinha no dia-a-dia, não apenas em datas especiais, é que postarei algumas receitas de verduras que ficam prontas em minutos e sempre enriquecem a refeição.

Hoje será o dia do nutritivo moyashi, também conhecido com broto de feijão.