quinta-feira, 7 de abril de 2011

Curiosidades do Chile: Sushi com Abacate

Quando estive em Santiago do Chile pela primeira vez, há uns 7 anos, comi um sushi que levava abacate e adorei.

Quando retornei à cidade, mês passado, um amigo me indicou o Niu, um sushi bar, localizado no bairro da Providencia. Apesar de não ser tão delicado como manda o figurino oriental, o sushi deles é bom, barato e variado. Outra grande vantagem, pelo menos para mim, é que o arroz não é tão doce como o dos sushis feitos por aqui normalmente.

A foto abaixo é do primeiro dia em que fomos ao Niu. Depois disso, retornamos mais 3 vezes.


O abacate é utilizado tanto como recheio quanto como envoltório do sushi. Para o paladar, a textura é semelhante a um cream cheese, mas com sabor bem mais suave. Como não sou muito fã de derivados de leite, adorei!

Outro ingrediente muito utilizado no Chile são as Ovas de Massago (essas bolinhas laranjas ao redor do sushi). Eu amo! Aqui no Brasil, elas são muito caras e raramente estão disponíveis nos rodízios.

Fazer sushi é uma arte. E não se vira uma "sushiwoman" da noite para o dia. Por isso, vez ou outra, tento fazer algum teste para ver se um dia aprendo de verdade.

O último teste foi tentar fazer o sushi do qual eu mais gostei no Niu: California Ebi. Trata-se de um sushi enrolado ao contrário (uramaki) recheado com camarão cozido e abacate. Ao redor do sushi, vão as ovas de massago. Servi com raiz forte, shoyu e conserva de gengibre (clique aqui para ver a receita do Gari).



A aventura que me deu mais trabalho foi na Ceia de Natal de 2007, em que passei horas para fazer duas bandejas de sushi que acabaram em minutos...  Pelo menos, é um sinal de que as pessoas gostaram!



Mais para frente, colocarei as receitas do Califórnia e do makisushi de salmão:


Apesar do trabalho monstro, há várias vantagens de se fazer sushi em casa:
- é um evento bem divertido;
- pode-se evitar o uso de aji-no-moto no tempero do arroz;
- pode-se dosar a quantidade de açúcar e, até mesmo, eliminá-lo; e
- é um pouco mais barato do que nos restaurantes.

DICAS:

a) Em brasília, as ovas de massago podem ser compradas em porções de consumo caseiro na Peixaria Ueda na Feira do Guará.

b) O abacate utilizado no Chile, onde é chamado de avocado ou palta, possui casca mais grossa, textura mais firme e é menor do que o de uso mais comum no Brasil. O avocado também pode ser encontrado aqui, mas é mais caro. 

10 comentários:

  1. huuum se ve realmente delicioso todo eso

    ResponderExcluir
  2. Querida,
    Esqueça o sushi ou melhor, deixe de lado querer fazer o que os sushimans fazem.
    Parta para o TEMAKI.
    -menos manuseio com a materia prima - importantíssimo já que o os peixes que encontramos são uma MAGAVILHA!! No sushi, seja ele makimonos ou nigirizushis, o manuseio do peixe é grande e ficam muito tempo em temperatura ambiente. No temaki você corta o peixe em tiras ou cubos e ele vai para geladeira até a hora de servir. As pessoas que fazem sushi devem ter em mente que o que pode acabar numa dor de barriga para alguns, pode acabar no hospital ou caixão para outros.
    -menos canseira
    -todos participam
    e é MUITO DIVERTIDO

    japas quando querem comer sushi ou vão em sushiyas ou pedem delivery, quando querem fazer em casa é que sempre TEMAKI

    Um pouco NÃO!! MUITO mais barato do que restaurantes.
    Recomendo:
    http://sushi.informe.com/viewtopic.php?t=1796

    se quiser dicas de preparo, estou a disposição

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto bastante da ideia dos temakis!!!

      Mas, em um bom restaurante japonês, os peixes ficam na vitrine de refrigeração, né? =)

      Quando faço em casa, tento pegar o mínimo possível no peixe e mantenho refrigerado ao máximo, pois essa preocupação realmente é MUITO importante!

      Você que escreveu o texto sobre alho negro?

      Obrigada pelas dicas e pela visita!

      Excluir
  3. ah sim, os abacates normais, maduros mas firmes, são uma delícia pra se comer como sashimi ou usar em temakis.

    ResponderExcluir
  4. Em restaurantes ACREDITO que o controle seja melhor, apesar de já ter ouvido histórias cabeludas.
    O problema é quando é um amador a fazer, a gente não sabe se a pessoa tem as noções necessárias para manusear um produto tão perecível.
    Acho que os japoneses levam muito a sério a profissão do itamae(chef) e não se arriscam muito a manusear tanto os peixes crus, e isso apesar do peixe deles ser anos luz melhores do que os nossos.
    Em casa até fazem makimonos mas quase nunca com peixe cru, peixe cru é no temaki e chirashizushi.
    E tem também a trabalhadeira que dá, japas são mais praticos, rs

    sim, estou escrevendo sobre o alho negro também

    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!!

      Hoje fiz o teste dos temakis. Bem bacana, apesar da bagunça para comer... rs

      Vou fazer uma postagem. Pode me dizer seu nove para que eu possa dar os devidos créditos pela sugestão?

      Obrigada!!!

      Excluir
    2. mas que bagunça pra comer? rs
      aqui faço as misturas em pratinhos separados, dependendo da quantidade de pessoas, faço 2 pratos de cada mistura e 2 pratos de arroz, 2 montinhos de nori mas não muito para não perderem a crocância.
      Pra pegar o arroz é na colher de sopa. Um amigo pensava que era com a mão mas é tranqulio pegar com a colher e espalhar na alga. Bom, vai depender do arroz, de como foi cozido e como foi temperado, algo muito empelotado talvez seja complicado. Não sei se você viu os vídeos no final daquele link que leva ao tópico do temaki mas aquela moça perde muito tempo pra colocar o arroz.
      para os principiantes é sempre bom falar pra colocar pouco arroz nas primeiras vezes.
      Meu nome é Christopher mas não precisa colocar creditos pra mim, não, fala só que um leitor passou e...rs

      Ainda vou parar para ler teu blog com calma.

      abs

      Excluir
    3. Christopher, fiz o "temaki" coletivo novamente essa semana. As pessoas gostaram bastante! Vou aproveitar e olhar os vídeos agora... Mas achei super prático, pois dá MUITO menos trabalho... rs

      Excluir
    4. Acabei de assistir aos vídeos! Água na boca! Queria poder encontrar todos esses ingredientes frescos por aqui... Adoro as folhas de shiso, mas são raras. Broto de nabo então... Mas um dos meus vícios é natô. Amo! Como quase todos os dias... =P

      Excluir
  5. Aos anônimos aqui presentes, que falam isso e aquilo.
    Gente se não fosse seguro fazer em casa, não teriam cursos onde os professores nos orientam
    de que modo fazer, como lidar com o sushi.
    Creio que vocês se expressaram de forma equivoca, qualquer um com um pouco de vontade, interesse
    e um curso basico de sushi, tem a bagagem necessaria para se fazer em casa. Até porque você não
    ira ficar só naquilo, creio que a pessoa vai querer pesquisar sempre mais,e vai querer conhecer sempre mais,
    Quanto as pessoas que não tem nenhum tipo de base na cozinha, que não sabem nem mesmo cozinhar um arroz
    essas sim eu peço que tenham muita precaução. Faço sushi em casa para minha familia, aprendi com meu tio
    e olha nunca ninguém ficou com dor de barriga. Então acho que tanto o anonimo acima, quanto o Cristoper foram equívocos quanto as suas alegações, e também um pouco dramáticos.,
    Ass: Isis Regina, alguém que faz sushi, temaki ,sashimi e afins em casa e que causa nas pessoas que comem satisfação, e felicidade, mas nunca causei nenhuma dor de barriga.

    ResponderExcluir