sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Salada de Fusilli com Atum

Esse prato é super fresco,  prático e gostoso. Ótimo para uma refeição rápida, como a que eu tive que fazer ontem.

Para os vegetarianos/veganos, mesmo não colocando o atum, a salada fica bem gostosa.

Essa receita serve 2 pessoas.



INGREDIENTES:

200 gr de Fusilli (macarrão parafuso), preferencialmente de grano duro
1/2 cebola branca ou roxa
15 tomatinhos sweet grape ou cereja
1/2 pepino japonês
70 gr de atum em conserva
Folhas de alface americana a gosto
Folhas de manjericão a gosto
2 colheres de sobremesa de mostarda Dijon
2 colheres de sopa de shoyu
Sal a gosto
Azeite extra-virgem a gosto
Pimenta-do-reino a gosto
1/2 limão siciliano (ou o limão de preferência)


MODO DE FAZER:

Cortar a cebola em cubos pequenos e temperar com uma pitada de sal, pimenta-do-reino e azeite. Reservar.
Passar sal  ao redor do pepino inteiro e deixar por uns 5 minutos. Em seguida, enxaguá-lo e picar metade em tiras finas.
Cortar os tomatinhos ao meio ou em quatro partes se ele não for muito pequeno.
Desfiar o atum em pedaços pequenos e temperá-lo com sal, pimenta-do-reino e mostarda Dijon.
Cozinhar o fusilli conforme instruções do pacote.
Por se tratar de uma salada, quando a massa estiver no ponto desejado, enxaguá-la em água corrente para esfriá-la.
Em uma vasilha misturar a cebola, o pepino, o tomate e o atum. Acrescentar a alface cortada em pedaços de tamanho médio e folhas de manjericão a gosto. Adicionar as duas colheres de shoyu e o suco de meio limão siciliano.
Acrescentar o fusilli e misturar bem.
Provar o sal e corrigí-lo (com shoyu), se necessário.

Pronto! Só aproveitar a salada!


DICAS:

a) Eu uso o Fusilli da marca Barilla. Outra opção é usar um Fusilli integral.

b) O atum que eu uso é preparado em casa mesmo (clique aqui para ver a receita), com atum fresco, pois evitamos os enlatados em casa. Na falta deste, pode ser feito com o do supermecado.



c) O pepino japonês é um pepino mais fino do que o comum e é encontrado na maioria dos supermercados e verdurões.

d) A salada também fica boa com qualquer outro tipo de massa curta, podendo ser feitas com massas sem glúten, como a de arroz. 

e) O tempo de cozimento dos pacotes de macarrão geralmente são suficientes para deixá-lo "al dente". Quando se joga a massa na água, ela deixa de ferver. Por isso, começar a contar o tempo apenas após a água voltar a ferver. Se preferir a massa um pouco mais mole, deixar 1 a 2 minutos além do tempo do pacote.

f) A massa usada é de grão duro. Assim, não precisaria ser enxaguada se fosse servida como um prato quente. Passá-la em água fria, nesse caso, é apenas para esfriá-la e não cozinhar os ingredientes crus.

g) Cortar a alface, preferencialmente, com as mãos e não com a faca.

h) O manjericão que sobrar de um maço pode ser usado para fazer um molho pesto para comer com torradas.

i) Para dar uma crocância especial, jogar alguma castanha torrada e picada por cima da salada.

A versão abaixo (atualizada em 11/01/2015) foi feita com penne, amêndoas e salada de mix de folhas jovens:

Ingredientes picados e temperados

Versão com penne.





Nenhum comentário:

Postar um comentário