sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Salada de Frutas com Calda de Balsâmico

Como prometido, segue a sobremesa para terminarmos a PRIMEIRA refeição completa do Tampopo Gourmet!

Prima, demorou mas chegou... rs  

Essa receita é baseada em uma receita de salada de frutas que Alex Atala deu no (extinto) programa Mesa para Dois na gnt, mas não consegui achar publicado em lugar nenhum.

INGREDIENTES:

Para a salada:

- 2 maçãs fuji
- 6 morangos (sem agrotóxicos)
- 1 manga hadem ou palmer
- Folhas de hortelã a gosto
- 1 limão siciliano
- pimenta do reino

Para a calda:
- 300 ml de aceto balsâmico
- 200 gr de açúcar mascavo


MODO DE PREPARO:


Para a salada:

Descascar e cortar as maçãs em pedaços médios/grandes. Passá-las na água com uma colher de chá de sal ou com algumas gotas de limão (comum) para não escurecer.
Cortar os morangos em 2 ou 4 pedaços dependendo do tamanho.
Descascar e cortar a manga em pedaços do tamanho das maçãs.
Colocar todas as frutas em uma travessa.

Salpicar pimenta do reino.
Ralar a casca do limão siciliano e salpicar sobre a salada.


Acrescentar folhas de hortelã picadas com a mão.



Para a calda:

Juntar o açúcar e o aceto balsâmico em uma panela e deixar ferver em fogo baixo por 10 minutos após levantar fervura, até ficar na consistência de calda de pudim. Quem preferir mais suave, pode deixar uns 7-8 minutos.

Montagem:

Jogar a calda por cima da salada.


DICAS:

a) Outras frutas podem ser colocadas, mas nem todas combinam com a calda. Alguns exemplos de frutas que podem ser acrescentadas à receita: tangerina, amora e framboesa.
Serve de 2 a 3 pessoas.

b) Se não encontrar o limão siciliano, colocar raspas da casca do limão comum verde (limão tahiti).

c) Ao ralar o limão para tirar a rasca, não fazê-lo com muita força, pois a parte branca, logo abaixo da superfície, pode amargar.

d) A pimenta do reino não é em excesso. Ao comer a salada, a pimenta deve ser percebida bem ao fundo...

e) É importante que o morango seja orgânico porque ele é uma fruta que normalmente leva alta quantidade de agrotóxicos no plantio convencional.

f) Quanto mais açúcar, menor a acidez da calda. É bom dosar de acordo com cada paladar.

g) Lembrar que a calda endurece mais depois que esfria. Então, tomar cuidado para que ela não fique tempo demais no fogo para não ficar em ponto de bala.

h) Para adicionar sabor à calda, pode-se colocar o suco de meio limão (siciliano ou tahiti) na calda 1 minuto antes de desligar o fogo.

i) A salada também combina com sorvete:




Esse sorvete é caseiro. Feito com morango, não leva nem leite e nem produtos químicos. Outro dia passo a receita dele.

Bom apetite!

6 comentários:

  1. aiiiiiii...que delícia!!! vou fazer neste final de semana! tenta vir amanhã aqui em casa. vamos combinar? bjo!

    ResponderExcluir
  2. Essa calda da salada, ainda não provei!
    Mas o sorvete!!! ADOOOORO!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. olá, uma dúvida.

    o aceto balsâmico pode ser qualquer um encontrado nos mercados?
    e o açucar mascavo também?

    É que já ouvi falar que nem o aceto balsâmico e nem o açúcar mascavo que encontramos aqui, são de fato aceto balsâmico e açúcar mascavo de verdade.

    Já experimentou coentro molhado numa calda de acúcar e colocado num forno baixíssimo ou desidratador de alimentos pra secar completamente e depois esfarelar as folhas e salpicar na salada de frutas?

    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geralmente, eu uso esse aceto falso de mercado mesmo e o melhor mascavo que conseguir achar... Tenho alguns balsâmicos de qualidade melhor e naturalmente adocicados. Ficam bem mais suaves e delicados, mas não dá pra usar quando for servir muita gente. O custo torna inviável... Infelizmente!

      Excluir
    2. Nossa! Sempre usei o coentro em pratos salgados. Apenas majericão já usei em doces. Vou experimentar. Deve ficar beeeem interessante.

      Excluir
    3. fica sim e muitos não sabem que é coentro.

      abs

      Excluir